Eu não sou escritor. Eu não sei escrever. Não sei quando usar vírgula e nem crase. Sinto inveja de quem sabe usar ponto e vírgula. Meus textos são apenas amontoados de sentimentos; confusos, atrapalhados. online
Antes antipático do que ser falso. Afinal, o que é ser simpático? Fingir que gosta de todo mundo? Então meu caro, se eu não for com a sua cara, não conte com a minha simpatia. Chega de confundir falsidade com educação.
Eu nunca soube o que fazer diante de qualquer tipo de situação e saía em busca de alguém pra me ajudar, mas nunca encontrava. Eu tive que sentir algumas dores, viver situações e assistir situações sérias pra poder chegar a aprendizagem que tenho hoje. E concluo que, na vida, todo mundo está sozinho. Não há ninguém com nós. Você pode até ter um amigo, namorado, ou qualquer outro, mas de verdade você só tem a si mesmo. Somos apenas nós e mais ninguém. Ou você aprende a depender de si mesmo e se virar sozinho, ou você se fode.
Grande coisa. Você se apaixonou por uma pessoa, e daí? Não entende o que aconteceu? Esse cara tocou um lugar do seu coração mais fundo do que você pensava que era capaz de alcançar. Em outras palavras, você foi fisgada, menina. Mas esse amor que você sentiu foi só o começo. Isso é só o amor mortal, limitado, café com leite. Espere para ver como você é capaz de amar mais profundamente que isso. Você tem a capacidade de um dia amar o mundo inteiro. É o seu destino.
Nunca gostei de olhos claros. Não que furaria os meus se eles fossem verdes ou que evitaria o nosso segundo encontro se os seus, meu amor, fossem azuis. Mas, sempre preferi a sinceridade seca de um par de olhos castanhos. Aquela escuridão impenetrável, de certa forma, sempre me fascinou. Aquela sensação de me perder num breu, de ter que tatear pra encontrar alguma saída. Aquela paz que a gente só sente, aquele ruído que a gente só percebe quando é noite alta, as luzes estão apagadas e o céu já está negro. Aquela profundidade que a gente não vê, e que justamente por isso a gente sabe que existe. Seus olhos, meu amor, me fazem crer que o paraíso é escuro.
Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor. Magoar alguém é terrível.